728x90 (1)

CUIABÁ

Novos radares vão multar pela velocidade média dos veículos

Prefeitura cumpre acordo firmado com o Ministério Público Estadual para ampliação da fiscalização

Publicados

em

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) está fazendo a implantação de novos equipamentos de fiscalização eletrônica. A previsão é que esses equipamentos passem a funcionar em no máximo 60 dias.

O novos aparelhos trabalham com duas câmeras, que aferem a velocidade média do veículo, ou seja, registrando um ponto específico, com capacidade de verificação de até 20 metros de proximidade.

A medida é em cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado com Ministério Público Estadual (MPE).

O não cumprimento dessa determinação do MPE acarreta em uma multa diária de até R$ 5 mil para a Prefeitura de Cuiabá. A medida também segue a nova resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), nº 798/2020.

Essas mudanças já foram executadas nas avenidas das Torres, Dante Martins de Oliveira, Fernando Côrrea da Costa, além da implantação de novos aparelhos na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) e Estrada da Guia (MT-010).

Segundo levantamento, nos últimos três anos foram registrados 294 acidentes na MT-251 e 240 na MT-010, fazendo-se necessária a instalação de dois novos instrumentos de fiscalização.

Leia Também:  Seletiva Olímpica da canoagem de velocidade em Curitiba é cancelada | Agência Brasil

Atualmente estão instalados em Cuiabá, 44 pontos de fiscalização, entre semáforos com avanço de sinal, equipamentos fixos e lombadas eletrônicas. Poderão ser instalados em novos pontos conforme a necessidade e conveniência de acordo com estudos de viabilidade e relatórios de acidentes. Seguindo as determinações do TAC, a Semob prevê o aumento de 10% desses equipamentos.

Após a instalação, em novos ou antigos pontos, todos os aparelhos passam pela fase de aferição do Inmetro e também é feita toda a sinalização viária, referente ao limite de velocidade permitido em cada via.

Para atender essa determinação, uma nova licitação foi feita no ano de 2020 que resultou em um novo contrato de prestação de serviços e contratação de uma empresa especializada para gerenciar os trabalhos de melhorias da acessibilidade e mobilidade urbana na capital.

Nessa nova licitação realizada já constava essa previsão de aumento e troca dos aparelhos.

Antes de iniciar o funcionamento desse novo sistema de controle, a Semob fará ampla divulgação no site oficial da Prefeitura e imprensa local.

Leia Também:  Prefeitura vai instalar barreiras sanitárias em 4 entradas de Cuiabá

“Todo trabalho executado pela Semob é comunicado para toda a população e realizado um trabalho educativo antes da aplicação de penalidade”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

Estudos apontam que, nas avenidas que foram instalados os aparelhos de fiscalização eletrônica, houve redução de mais de 40% no índice de acidentes.

“Os equipamentos servem para garantir um trânsito mais seguro. Essa é uma preocupação do prefeito Emanuel Pinheiro, oferecer para a população cuiabana uma cidade com segura e com maior fluidez no trânsito”, concluiu o secretário.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Emanuel anuncia chamada pública para suprir a necessidade médica da rede municipal de saúde

O processo já foi disponibilizado para o Conselho Municipal de Saúde e, após a aprovação, será colocado em prática

Publicados

em

prefeito Emanuel Pinheiro anunciou que a Secretaria Municipal de Saúde está preparando a realização de um processo de chamada pública para credenciamento de serviços médicos. O comunicado foi feito nesta terça-feira (26), durante a transmissão da live semanal realizada pelo gestor em suas redes sociais. Segundo ele, a medida tem como objetivo suprir, de forma imediata, a necessidade apresentada pela rede pública de Cuiabá.

De acordo com o chefe do Executivo, o processo já foi disponibilizado para a análise do Conselho Municipal de Saúde e, instantaneamente, após a aprovação deve ser colocado em prática. A ação se faz necessária por conta do cumprimento de decisão judicial que, mesmo diante da contínua baixa de profissionais existente na Capital, proíbe a Secretaria de efetuar qualquer tipo de contratação direta para preencher esse déficit.

“Há uma rotatividade de médicos enorme na rede, como sempre existiu. Mediante isso, montamos um plano de ação, que foi entregue ao Ministério Público, para a Justiça Estadual, e estamos seguindo rigorosamente. Nossa gestão tem um foco, que é avançar e melhorar cada vez mais a saúde pública de Cuiabá. Não temos dúvidas que vamos entregar uma saúde muito melhor do que aquela que recebemos em 1º de janeiro de 2017”, explicou Emanuel.

Leia Também:  Batalhão de Trânsito aborda 851 veículos e aplica 381 multas durante feriado

Emanuel relatou ainda que, como parte desse plano, foi feito um processo seletivo público para 414 vagas imediatas para médicos, das quais 300 eram para clínico geral e as demais para outras especialidades. No entanto, apenas 88 médicos foram aprovados, sendo 75 clínicos gerais e 13 especialistas. Ainda assim, deste total de classificados, somente 55 assumiram os cargos disponibilizados.

“Infelizmente, desses 55 médicos que assumiram os cargos, 30 já faziam parte do quadro da SMS, saindo do contrato e passando para seletistas. Ou seja, apenas 25 médicos novos entraram na rede diante das mais de 400 vagas oferecidas. Isso representa menos de 5% da necessidade que precisamos suprir. Portanto, não tem quem queira mais resolver esse problema do que eu, mas não posso burlar o processo seletivo”, disse.

O prefeito destacou ainda que, ao mesmo tempo, a Secretaria de Saúde também trabalha para realização de um concurso público que, em breve, terá a data anunciada. “A preparação do concurso está adiantada e, inclusive, o próprio Sindicato dos Médicos participa das reuniões da Comissão Especial. Tudo isso, está sendo respeitado dentro do nosso plano de ação. Tenham certeza que a saúde segue avançando respeitando a lei e com transparência”, pontuou.

Leia Também:  Brasil acumula 8,4 milhões e registra 61 mil novos casos de covid-19 | Agência Brasil

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA