CUIABÁ

Presidente de bairro da capital é agredido por parlamentar de vereador

Publicados

em

O fato ocorreu na última sexta-feira (23), quando o líder comunitário e presidente da liga de futebol society do Bairro Novo Horizonte em Cuiabá, Conrado da Silva Cajahiba, no exercício de sua função e na atribuição como presidente do Bairro estava acompanhando uma equipe de maquina para fazer um trabalho na sua comunidade, relatou o líder comunitário que foi surpreendido por uma pessoa que desceu de um veiculo onde o mesmo era o assessor parlamentar gabinete do Vereador Pastor Jefferson, da camará municipal de Cuiabá, que também estava presente, o presidente disse a eles se tinha algumas ações que seria feito pelo no bairro, quando começaram agredir com palavras dizendo que ele era um presidentinho de meia tigela, não manda no bairro no bairro, quem manda somos nos, pois somos autoridade no município, outras palavras de baixo escalão.

“Peguei o celular e comeei a gravar as ações do vereador e do assessor nesse instante o chefe de gabinete Ronaldo Ferreira de Moraes Reis, deu um tapa na minha mão, o celular caiu no chão e em seguida saíram do local dizendo que iriam me pegar depois”, disse Conrado

Leia Também:  Milhares de mulheres fazem marcha em Belarus contra presidente; veja

O presidente afirma que ficou preocupado com as ameaças sofrido pelo Vereador e o assessor, indiguinado com a situação, pois estou buscando parcerias junto ao poder público e trabalhando para fazer melhorias pois fomos escolhido pela nossa comunidade para trabalhar por eles, porém ser agredido e ameaçados pelos por pessoas que deviriam estar fazendo o mesmo em levar melhorias para a população cuiabana.

Conrando procurou a delegacia onde registrou o corido através de um Boletim de ocorrência.

 

BOLETIM DE OCORRÊNCIA – CONRADO X PASTOR JEFERSON

Da redação, Matheus Augusto

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CUIABÁ

Emanuel inaugura viaduto de R$ 18 milhões na Avenida Beira Rio

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) inaugurou, nesta segunda-feira (10), o viaduto Murilo Domingos, na Avenida Beira Rio em Cuiabá. Para o prefeito, a obra, que custou cerca de R$ 18 milhões de reais e foi concluída em um ano e meio, garante a integração da Capital com o município vizinho, Várzea Grande e irá beneficiar milhares de trabalhadores.

“É uma obra para Cuiabá, mas dá um apoio direto à população várzea-grandense, a todos os várzea-grandenses que moram em Várzea Grande, mas trabalham em Cuiabá ou então os cuiabanos que moram em Cuiabá e trabalham em Várzea Grande. Garante a integração total entre as duas maiores cidades”, afirmou durante a entrega.

O viatudo faz parte de um pacote de obras custeado por meio de um financiamento com o Banco do Brasil no valor de R$ 50 milhões. Além do viaduto Murilo Domingos, segundo Pinheiro, o dinheiro foi aplicado na construção do viaduto Juca do Guaraná Pai, na Avenida das Torres e no asfaltamento de diversos bairros da Capital.

“É uma linha de crédito que só prefeituras com boa gestão fiscal conseguem adquirir para investir na melhoria da qualidade do trânsito para a população”, comentou o prefeito. “Essas obras são o anseio de toda a população, resgata a autoestima, promove o desenvolvimento humano, econômico e social e dá essa demonstração de beleza e imponência que Cuiabá precisa e merece”, completou.

Leia Também:  Sorteados do Residencial Nico Baracat III que constam em lista têm até sexta-feira (31) para entrarem em contato

A próxima obra, conforme Emanuel, será a recuperação trincheira Jurumirim, na Avenida Miguel Sutil que também depende de aprovação do governo do Estado. O prefeito estima um intervalo de duas a três semanas para o início da recuperação.

“Quero informar à população os transtornos, os desvios, o tempo que a população vai perder, as alternativas para a população. Não quero a população cuiabana sendo vítima de surpresa”, explicou.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA