728x90 (1)

ECONOMIA

Open banking: Começa hoje compartilhamento de dados entre bancos que pode facilitar crédito. Entenda

Cliente pode permitir que uma instituição acesse informações de outra

Publicados

em

Começa a funcionar hoje (13) o open banking – sistema que permite aos clientes autorizarem o compartilhamento de dados pessoais e financeiros entre instituições bancárias. Assim, o cliente vai permitir que uma instituição financeira acesse as informações de outra com a qual o usuário tem relação estabelecida.

O objetivo é facilitar o acesso a produtos e serviços bancários, como empréstimos e cartões de crédito, que poderão ser oferecidos por outras instituições em condições semelhantes ou melhores às concedidas por bancos com os quais o consumidor já se relaciona. A intenção também é permitir que sejam disponibilizados produtos e serviços adaptados ao perfil do cliente.

Esse procedimento será vinculado a uma oferta de produto ou serviço específico, como financiamento, abertura de conta ou cartão de crédito. O tempo máximo do compartilhamento será de um ano. As operações são limitadas entre os bancos autorizados pelo usuário. As instituições serão responsáveis pela segurança desses dados.

O sistema foi elaborado para que seja possível aceitar o compartilhamento de forma intuitiva, para que ao demonstrar interesse na oferta de um banco, o usuário indique as informações que quer compartilhar e seja encaminhado à plataforma da instituição que irá fornecer os dados.

Leia Também:  Dólar volta a encostar em R$ 5,60 influenciado por decisão de Trump

Etapas

O open banking vai ser estabelecido gradualmente e com consentimento dos usuários, que vão poder escolher quais dados, por quanto tempo e entre quais instituições compartilhar. A partir de hoje (13) poderão ser compartilhadas as informações de cadastro, que incluem os dados pessoais, o endereço e a renda.

A partir do dia 30 de agosto, será possível fazer pagamentos pelo Pix usando o open banking, o que vai permitir que essas transações sejam feitas pelos chamados iniciadores de pagamento, que podem ser aplicativos de compras ou até de mensagens.

A partir do dia 13 de setembro, poderão ser autorizadas as trocas de informações sobre contas e movimentação financeira. Depois do dia 27 de setembro, os usuários vão poder disponibilizar os dados sobre operações de crédito e cartões de crédito.

De acordo com a regulamentação estabelecida pelo Banco Central, é obrigatória a participação no open banking de todas as grandes e médias instituições financeiras do país.

Mais informações sobre o sistema, cronograma de implantação e instituições participantes estão disponíveis em uma página criada pelas instituições participantes.

Leia Também:  Entre março e agosto, MS aumenta em 17% a participação da exportação agropecuária
Edição: Graça Adjuto
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Parte dos postos de combustíveis em Sinop não tem mais gasolina e etanol

Publicados

em

O levantamento foi feito, esta manhã, por Só Notícias, em 10 postos de combustíveis, localizados às margens da BR-163, no centro e em alguns bairros da cidade. Dos locais consultados, apenas em três está normalizado sem falta de gasolina, etanol e diesel.

Entre os postos pesquisados, às margens da rodovia federal, um já não tem mais combustíveis. Dois trabalham em sua normalidade, sem falta até o momento. Dois já estão sem gasolina e tem diesel e etanol.

No centro da cidade, apenas um posto consultado opera normalmente. Em dois, gasolina está sendo vendida de forma reduzida. Em outros dois acabou.

Para o etanol, a situação é parecida. Dois ainda não enfrentam problemas e dois apontaram já estar em falta. Para o diesel, apenas em um não há mais e três seguem os trabalhos normais. Foram consultados postos na região central e outros bairros.

Os postos esperam a chegada de cargas de combustível. Hoje, a BR-163 segue bloqueada no quilômetro 687 em Lucas do Rio Verde. No km 202, da BR-364, na região de Rondonópolis (212 km de Cuiabá) também há interdição intermitente de pista. Os manifestantes estão fazendo bloqueio para veículos de carga seca.

Leia Também:  Preço médio da gasolina nas refinarias tem reajuste de 4%

Em Confresa, na BR-158, também começou interdição parcial e apenas veículos de carga não passam. Na região de Pedra Petra, na BR-364, também tem manifestação. Está sendo permitido o tráfego de automóveis, ambulâncias, ônibus, carretas e caminhões com cargas vivas e perecíveis.

A ação, iniciada ontem, é em apoio ao governo do presidente Bolsonaro, que reuniu milhares de pessoas em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro com criticas a determinadas decisões, relativas a liberdade de expressão, de alguns ministros do STF e reforçando apoio ao voto impresso.

Ontem, em Sinop, por volta de 12h30, houve um bloqueio temporário de pista, no Alto da Glória, para que os manifestantes cantassem o Hino Nacional e a pista liberada em seguida. Houve concentração de centenas de sinopenses às margens da rodovia com faixas, bandeiras e pneus.

Em Sorriso, a concessionária constatou que a manifestação ocorreu com faixas e bandeiras, às margens da rodovia, e à tarde não houve interdição de pista. Em Nova Mutum, houve interdição nos dois sentidos da BR-163 e se estendeu por algumas horas.

Leia Também:  Itália fecha boates em meio a aumento de covid-19 entre jovens

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA