728x90 (1)

CIDADES

Ciclista passa por grupo de jacarés no Pantanal e vídeo viraliza

A gravação foi feita no último domingo (25); seguidores tiveram várias reações nas redes sociais

Publicados

em

Fernando Fernandes se aproximou dos jacarés que descansavam na beira do rio

Um vídeo gravado pelo artista plástico Fernando Fernandes de Bessa viralizou nas redes sociais ao mostrá-lo andando de bicicleta tranquilamente em meio a um grupo de jacarés, no Pantanal.

Nas imagens, Fernando passa pelos jacarés que descansam na beira de um rio e alguns dos animais, como reação, entram calmamente de volta para água, sem demonstrar incômodo com a presença do ciclista.

Em entrevista, Fernando conta que o vídeo dividiu reações dos seguidores em suas redes sociais. Alguns, segundo ele, encararam sua ação de forma positiva e outros criticaram. “Eu recebi ameaças, fui bastante criticado por algumas pessoas, dizendo que o que fiz foi errado”, afirma.

No entanto, Fernando explica que gravou o vídeo no último domingo (25) e não tinha a intenção de passar pelos jacarés, porém uma situação que ocorreu no meio de sua pedalada fez com que ele tivesse a ideia de gravar as imagens.

O artista conta que estava andando pela Rodovia Transpantaneira quando um carro em alta velocidade passou próximo a ele e atropelou um pássaro que passava na estrada. O motorista não chegou a parar e o próprio Fernando tentou prestar socorro ao animal, que acabou morrendo.

Leia Também:  Tony Ramos critica demissão de Tarcísio e Glória por Globo: ‘fiquei triste’

Depois do episódio, o ciclista viu mais a frente o grupo de jacarés e decidiu gravar um vídeo para passar a mensagem de que é possível existir harmonia entre os humanos e animais, desde que a pessoa respeite o meio ambiente.

Morando há mais de 20 anos em Poconé, Fernando relata que sempre que sai de bicicleta evita o asfalto e prefere fazer trilhas pela natureza exuberante da região. Em seu Instagram ele chega a registrar algumas imagens e afirma que constantemente se depara com animais da fauna pantaneira.

Apesar da repercussão do vídeo, ele afirma que a gravação foi um fato isolado para mostrar que é possível uma convivência saudável.

A ação do artista, apesar de repercutir de forma negativa em algumas pessoas, foi apoiada, inclusive, por biólogos, que enalteceram sua atitude e disseram que foi importante para mostrar a essência pacífica dos animais. “Na verdade eles têm mais medo da gente do que nós deles”.

Ele esclarece também que não costuma passar tão próximo aos bichos frequentemente. Apesar de avistar a vida selvagem constantemente, chegando a ver onças, capivaras, lobo-guara, ele não vê a necessidade de se aproximar dos bichos.

Leia Também:  Estado do Rio de Janeiro passa de 300 mil casos acumulados de covid-19

“Algumas pessoas me criticaram falando que eu fico sempre fazendo isso [ter contato] e na verdade não faço direto, não era o objetivo”, afirma.

O ciclista ainda alerta que outras pessoas não repitam o vídeo ou tentem interagir com os animais sem ter conhecimento. Fernando explica que por ter sido criado sempre na fazenda e viver pela região, já sabe lidar com a fauna do Pantanal sem perturbar a existência dos animais.

Fernando finaliza enfatizando que ele apenas se esforça para enaltecer as paisagens do Pantanal, e passar uma mensagem positiva de respeito ao meio ambiente e à vida. E afirma que a mensagem do vídeo foi passada, pois é preciso reconhecer que ao tratar os animais com bondade e paz, eles retribuem.

“O que eu sempre faço é pegar a essência de tudo que vejo e tento retratar isso através de fotos e levar para as pessoas”, afirma.

Veja vídeo:

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

Chuva causa estragos em prédio da Câmara Municipal de Cuiabá

Área mais afetada é onde funcionam a Presidência e o Plenário

Publicados

em

Boa parte da estrutura da Câmara de Vereadores em Cuiabá foi afetada pelas fortes chuvas que caíram na capital, nesta tarde. Os maiores estragos estão na Presidência e no Plenário, principalmente nas galerias, de onde a população acompanha as sessões. Na sala de reuniões, o teto desabou. As salas das secretarias, que dão suporte ao trabalho legislativo, também foram inundadas.

O andar inferior, que fica abaixo do nível do solo, foi totalmente inundado pelas águas da chuva, obrigando os funcionários a deixarem o local.

Horas antes, os vereadores aprovaram, por 20 votos, o Projeto de Lei Complementar que dispõe sobre o retorno seguro das atividades escolares presenciais da Rede Pública Municipal de Ensino.

A proposta foi aprovada com emenda aditiva da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia que estabelece adequação da estrutura física das escolas, com a instalação de dispensadores de álcool 70%, distanciamento entre as carteiras dos alunos, utilização máxima de até 50% da capacidade total de cada sala de aula, entre outras medidas.

Leia Também:  Tony Ramos critica demissão de Tarcísio e Glória por Globo: ‘fiquei triste’

As aulas presenciais na rede municipal de ensino retornarão dia 27 de setembro, no sistema híbrido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA