728x90 (1)

BRASIL

MC Kevin morre no Rio após cair do 11º andar de hotel na Barra da Tijuca

Publicados

em

O funkeiro Kevin Nascimento Bueno, de 23 anos, conhecido como MC Kevin, morreu na noite deste domingo (16) depois de cair do 11º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A informação foi confirmada em nota pela Secretaria de Saúde do Rio.

O Corpo de Bombeiros afirmou ter sido acionado às 18h13. Ele levado em estado muito grave ao hospital.

O MC foi levado por bombeiros do grupamento da Barra da Tijuca para o hospital Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul. A Polícia Civil informou que a 16ª delegacia está investigando o caso.

O artista tem 8,6 milhões de seguidores no Instagram. Na madrugada de sábado (16) para domingo, ele postou um vídeo em seus stories:E

“E aí, família, suave, como que vocês estão? Estou aqui na Barra, partiu show”, disse o cantor.

Música

O artista já lançou músicas com artistas como MC Guimê e Igu, além de diversas outras canções desde seu primeiro lançamento, em 2013. Kevin nasceu na Vila Ede, Zona norte de São Paulo.

Leia Também:  Mulher morre protegendo filho de tiroteio no Rio; porteiro e mais 3 são baleados

Conhecido por sucessos como “Cavalo de Troia” e “O menino encantou a quebrada”, Kevin tem registrados quase 1,8 milhões de ouvintes mensais no Spotify.

Em 2021, lançou o álbum Fênix. Durante a carreira, fez participações em faixas de diversos artistas, como MC Ryan SP, MC Don Juan, Mc Hariel, Salvador da Rima, NOG e MC Davi.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Pfizer deve entregar mais de 1 mi de doses por dia de vacina até agosto

De 20 de julho até 1º de agosto, 13 voos vindos dos EUA chegarão ao país com os imunizantes

Publicados

em

A Pfizer anunciou que deve começar a intensificar a entrega de doses de sua vacina contra a Covid-19 a partir de terça-feira (20). De 20 de julho até 1º de agosto, 13 voos vindos dos EUA chegarão ao país com um total de 13.265.460 de doses do imunizante da empresa.

A média de entregas diárias deve superar 1 milhão de doses.

O primeiro lote da nova entrega está previsto já para terça, com desembarque no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), que receberá também as remessas seguintes.

Em nota, a empresa aponta que para agosto e setembro estão previstas 70 milhões de doses, parte de um dos acordos da farmacêutica com o governo brasileiro. Outras 100 milhões de doses também são esperadas de outubro a dezembro.

Até agora, a Pfizer entregou 14,5 milhões de doses do imunizante contra a Covid. O primeiro lote, com 1 milhão de doses, chegou em abril. Junho, até agora, foi o mês com mais entregas, um total de 11 milhões de doses.

Leia Também:  Adolescente é mordida pelo marido ao defender cachorro de agressão

A vacina da Pfizer (ComiRNAty), entre as aprovadas no Brasil, é a que exige os cuidados mais rígidos em relação à conservação. Ela precisa ser guardada entre -60°C e -90°C para manter sua condição de uso.

Para evitar problemas no transporte, a empresa produziu embalagens para manter, por até 30 dias (com trocas periódicas do gelo seco), a vacina na temperatura adequada. Na caixa, há ainda um monitor de temperatura acompanhado via satélite, segundo a empresa.

“As doses somente são distribuídas para os pontos de vacinação se os relatórios emitidos após a entrega demonstrarem que não houve qualquer excursão de temperatura relevante durante todo o trajeto”, afirma a Pfizer, em nota.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA