728x90 (1)

ENTRETENIMENTO

Projeto “Pedal 4 Bravo” da PM completa um ano de criação e se consolida entre ciclistas

Publicados

em

O projeto “Pedal 4Bravo”, idealizado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar, comemorou,  na noite desta segunda-feira (25.10), um ano de criação e de aproximação com a comunidade. Após a atividade esportiva, cerca de 400 ciclistas se reuniram no bairro Jardim Ouro Branco, em Várzea Grande, para a festividade.

Com a missão de promover qualidade de vida e segurança aos praticantes do ciclismo, o projeto reúne centenas de ciclistas todas às segundas-feiras pelas ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Além da organização e da divulgação pelas redes sociais, a Polícia Militar faz a escolta e o acompanhamento dos participantes durante todo o trajeto. “O Pedal 4Bravo é o pedal da família, da qualidade de vida. Hoje, ele é considerado um dos principais pedais do Estado de Mato Grosso e já faz parte do calendário esportivo da cidade de Várzea Grande”, destacou o comandante do batalhão, o tenente-coronel Jean Araújo de Lima.

O pedal comemorativo de um ano terminou com show da banda musical da PM e sorteio de diversos brindes doados por colaboradores, ação destacada pelo comandante do batalhão, que exaltou ainda o empenho e a dedicação dos policiais militares para o sucesso do projeto.

Leia Também:  Butantan e Serrana lançam projeto para imunizar cidade paulista | Agência Brasil

“Os policiais cumprem a sua jornada normal de trabalho e, voluntariamente, colaboram com o balizamento e a escolta dos ciclistas no período noturno. É preciso agradecer também o papel importante da Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), do Corpo de Bombeiros, da própria comunidade e dos diversos agentes sociais, parceiros neste projeto”, completou.

Fonte: Assoaria da PMMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Marília Mendonça morre após queda de avião em Minas Gerais

Acidente com aeronave aconteceu na tarde desta sexta (5), na Serra de Caratinga; cantora de 26 anos não resistiu aos ferimentos

Publicados

em

Marília Mendonça, de 26 anos, morreu nesta sexta-feira (5) após a queda de um avião, na Serra de Caratinga, em Minas Gerais. A cantora viajava a trabalho e faria shows pelo estado. A notícia da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da artista.

“Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e co-pilto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento”, informou em nota.

O avião que levava Marília decolou de Goiânia com destino a Caratinga, MG, onde ela teria uma apresentação esta noite.

O Corpo de Bombeiros informou que a aeronave caiu próximo à Pousada Rodrigo Godinho, na zona rural Piedade de Caratinga, MG. Eles foram chamados para atender a ocorrência por volta das 15h30 desta sexta. A princípio, a assessoria de imprensa de Marília divulgou que ela estava bem e teria sido levada ao hospital. Horas depois, a notícia da morte foi confirmada.

Antes de embarcar, a sertaneja falou sobre a viagem no Twitter e brincou ao comentar sobre as delícias da culinária mineira que não poderia comer por causa de uma dieta restrita que estava fazendo. “Essa é a realidade meu povo! Me conta aqui nos comentários mais delícias desse estado maravilhoso que é Minas Gerais!”, escreveu ela na postagem.

Leia Também:  Presidente sanciona, com vetos, projeto sobre uso de recursos do FNDCT | Agência Brasil

Trajetória

Nascida em Cristianópolis, município do estado de Goiás, Marília teve seu primeiro contato com a música através da igreja e começou a compor quando tinha 12 anos, escrevendo canções para outros artistas.

A cantora ganhou destaque nacional após lançar seu primeiro DVD, em 2016, e virou um dos maiores nomes do sertanejo com Infiel.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA