728x90 (1)

Copa libertadores

Briga faz delegação do Boca passar madrugada na delegacia

Delegação foi conduzida à delegacia pela confusão no estádio do Mineirão, na noite de terça, após eliminação para o Atlético-MG

Publicados

em

BRUNA PRADO/EFE/20-07-21

Jogadores, comissão técnica e dirigentes do Boca Juniors passaram a madrugada desta quarta-feira na Central de Flagrantes 4 (CEFLAN 4) da Polícia Civil, em Belo Horizonte. A delegação do clube argentino foi conduzida à delegacia pela confusão no estádio do Mineirão, na noite de terça, após a eliminação para o Atlético-MG, na disputa por pênaltis após o empate sem gols no tempo normal, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Na manhã desta quarta-feira, a delegação do Boca Juniors ainda seguia na delegacia. A Polícia Civil de Belo Horizonte informou que a ocorrência estava em andamento e que mais detalhes seriam divulgados após a conclusão dos procedimentos. O fato virou atração para curiosos que se concentraram nas imediações do prédio. O grupo, de cerca de 50 pessoas, aproveitava para tirar sarro do time argentino.

Por conta da ida à CEFLAN 4, toda a delegação do Boca Juniors perdeu o voo de retorno a Buenos Aires previsto no Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, para as 23 horas de terça-feira. A volta à Argentina deve ocorrer ainda nesta quarta.

Leia Também:  Governo promove debate sobre prevenção ao suicídio por meio do esporte

A  delegação seguiu completa para a delegacia por determinação do técnico Miguel Ángel Russo. Inicialmente, apenas oito integrantes da equipe identificados na confusão seriam levados para depoimentos: Gayoso (preparador de goleiros), Somoza (assistente técnico) e os jogadores Cascini, Rojo, Izquierdoz, Villa, Zambrano e Javi García.

A Polícia Militar montou uma barreira na porta da CEFLAN 4, impedindo a saída do ônibus do Boca até a conclusão dos depoimentos. Depois da confusão no estádio, a delegação saiu escoltada pela Polícia Militar até a delegacia. Lá foi feito um Boletim de Ocorrência para documentar as agressões e os atos de vandalismo registrados pelas câmeras de TV. Representantes do Consulado da Argentina em Belo Horizonte deram assistência ao clube.

O Atlético-MG informou que, depois de longa negociação, intermediada por seu presidente Sérgio Coelho, nenhum argentino seria detido na capital mineira.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Copa libertadores

Palmeiras vence novamente Católica e avança na Libertadores

Publicados

em

Palmeiras venceu novamente a Universidad Católica por 1 a 0 na noite desta quarta-feira (21) e garantiu vaga nas quartas de final da Copa Libertadores.

Marcos Rocha marcou o gol do duelo realizado no Allianz Parque, em São Paulo, sem presença de público devido a pandemia da Covid-19.

Nas quartas de final, o Palmeiras terá um clássico contra o São Paulo pelo caminho. Em três confrontos em fases de mata-mata na Libertadores (oitavas de final em 1994, 2005 e 2006), o Tricolor venceu o Alviverde em todas as oportunidades.

PALMEIRAS DOMINA CATÓLICA PARA CARIMBAR VAGA NO ALLIANZ

Assim como no jogo de ida, a Universidad Católica também criou boas chances com a bola parada. Aos nove minutos, Lanaro aparou falta cobrada pela esquerda e Zampedri emendou de voleio para Weverton defender no meio da meta.

A resposta do Palmeiras veio aos 14 minutos. Wesley lançou Gustavo Scarpa na linha de fundo e o meia cruzou para Deyverson testar rente ao poste direito.

Nova chance criada pelo Palmeiras aos 16 minutos. Wesley recebeu na esquerda, puxou para o meio e finalizou para Pérez espalmar. No rebote, Deyverson arrematou de voleio no travessão.

Leia Também:  Sara Winter antecipou operação contra MBL ainda de madrugada

Perez salvou novamente a Católica aos 18 minutos. Danilo fez belo lançamento para Wesley, que cara a cara com o goleiro, finalizou firme e a bola explodiu no rosto do arqueiro.

Na cobrança de escanteio, Gustavo Scarpa bateu no miolo da área e Deyverson testou firme para Pérez espalmar e a bola acertar o travessão.

A pressão do Palmeiras resultou em gol aos 35 minutos. Wesley cruzou da esquerda e Raphael Veiga finalizou rasteiro no poste esquerdo, mas Marcos Rocha apanhou o rebote e finalizou cruzado para vencer Pérez.

O Palmeiras seguiu criando chances na segunda etapa. Logo aos oito minutos, Marcos Rocha cruzou da direita e Renan finalizou de carrinho no segundo poste para Pérez fazer nova grande intervenção.

A Católica voltou a assustar aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio da esquerda, Felipe Gutiérrez resvalou de cabeça e Valencia cabeceou rente ao travessão.

Pérez evitou o segundo gol do Palmeiras aos 28 minutos. Breno Lopes aproveitou sobra de escanteio na entrada da área e encontrou Zé Rafael na área, com o volante limpando a jogada e finalizando para defesa do goleiro.

Leia Também:  Policiais encontram carabina depois de briga e detém casal em Tabaporã

Deyverson perdeu chance incrível aos 33 minutos. Breno Lopes deu belo passe para Dudu na área, que ajeitou de calcanhar para o centroavante finalizar em cima da marcação.

Pérez seguiu inspirado aos 36 minutos. Zé Rafael recebeu na intermediária e de média distância finalizou cruzado para o goleiro defender em dois tempos.

O Palmeiras teve ainda mais uma chance para ampliar o marcador aos 44 minutos. Gustavo Scarpa tabelou com Gabriel Veron e finalizou na rede pelo lado de fora.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA