728x90 (1)

ESPORTES

Fifa determina que afastamento de Rogério Caboclo tem validade mundial

Um mês depois, o órgão ampliou a sanção por mais 60 dias. Desde então, a CBF é comandada por um dos vices, o coronel Antônio Carlos Nunes

Publicados

em

Fifa anunciou nesta segunda-feira que a suspensão imposta pela Comissão de Ética da CBF ao presidente da entidade, Rogério Caboclo, tem validade mundial – ou seja, a partir de agora ele está afastado provisoriamente de suas funções executivas no futebol não apenas no Brasil, mas em todos os países com federações filiadas à entidade.

Acusado de assédios moral e sexual por uma funcionária da CBF, Rogério Caboclo foi suspenso provisoriamente por decisão da Comissão de Ética da entidade em 6 de junho. Um mês depois, o órgão ampliou a sanção por mais 60 dias. Desde então, a CBF é comandada por um dos vices, o coronel Antônio Carlos Nunes.

DECISÃO

Na última sexta-feira, dia 30 de julho, o Comitê Disciplinar da Fifa se reuniu e decidiu validar a punição para âmbito mundial. De acordo com comunicado enviado nesta segunda pelo presidente do órgão, Jorge Palácio, “uma sanção imposta por uma associação ou confederação tem o mesmo efeito em cada associação da Fifa, em cada confederação e na própria Fifa”.

Leia Também:  Bauru repatria mais um campeão do NBB para temporada 2020/2021

Desde que foi denunciado pela funcionária, Rogério Caboclo tem negado as acusações. A reportagem procurou a assessoria do presidente afastado para comentar a decisão da Fifa, mas ainda não obteve retorno.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão

Cuiabá reverte desvantagem de dois gols, empata com o Fluminense e segue sonhando com G6

Publicados

em

O Cuiabá conseguiu um importante resultado na briga pelo G6 do Campeonato Brasileiro. Há pouco, a equipe comandada pelo treinador Jorginho empatou em 2 a 2 com o Fluminense, após sair perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo.

Com o resultado, o Fluminense fica em 8º, com 29 pontos. Já o Cuiabá está uma posição abaixo, em 9º, com 28 pontos.

O Cuiabá volta a campo no próximo domingo (26), contra o Atlético Goianiense, em partida que será disputada no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO). No mesmo dia, o Fluminense encara o Bragantino, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Fluminense precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. Luiz Henrique avançou pelo lado direito, chutou de fora da área e venceu o goleiro Walter, marcando um golaço.

O Tricolor carioca ainda ampliou aos 19, quando, após tabela pelo lado esquerdo, Danilo Barcelos cruzou na área e Bobadilla cabeceou, sem chances para Walter. A chance para o Dourado ampliar veio dois minutos depois, quando Lucas Ramon cruzou para na área e Samuel tentou cortar, mas acabou atingindo Rafael Elias.

Leia Também:  Ministro determina aplicação imediata de incentivos às candidaturas de pessoas negras definidos pelo TSE

O árbitro viu pênalti e Jonathan Cafu foi para a cobrança. O atacante bateu no canto esquerdo e o goleiro Marcos Felipe chegou a pular na bola, mas não alcançou.

No segundo tempo, logo aos 4 minutos, Luiz Henrique tocou para Nonato na área. O volante bateu e marcou o terceiro do Fluminense. Porém, após checagem no VAR, a arbitragem entendeu que Caio Paulista, em posição irregular, atrapalhou Walter no lance. Assim, o gol acabou anulado.

O Cuiabá tentou pressionar, mas foi o Fluminense que criou uma boa oportunidade aos 12 minutos. Caio Paulista avançou e arriscou de fora da área. A bola passou perto da meta defendida por Walter.

O Tricolor seguiu pressionando e, aos 22, Luiz Henrique tentou chutar dentro da área, mas Marllon fez o corte. Pouco depois, o atacante recebeu de Lucca e chutou no canto para grande defesa do goleiro Walter.

Além de conseguir suportar a pressão do Fluminense, o Cuiabá ainda conseguiu chegar ao empate, aos 30. Felipe Marques recebeu de Yesus Cabrera e, livre, chutou para deixar tudo igual.

Leia Também:  Após melhor marca, Nicole Silveira encara Mundial de Skeleton

O Tricolor ainda teve grande oportunidade de desempatar a partida, aos 44 do segundo tempo. Arias fez jogada individual e bateu forte de fora da área. Walter, porém, impediu o gol dos cariocas. Aos 46, John Kennedy pegou de primeira e a bola passou perto do gol.

No final, o Cuiabá ainda teve o zagueiro Marllon expulso, por deixar o braço em Yago Felipe. Desta forma, o defensor desfalca o Dourado no jogo contra o Atlético-GO.

Após a expulsão, o Fluminense ainda teve outras chances, tornando o final da partida dramático para o Cuiabá. Na primeira, Cazares cobrou falta por cima do gol. Aos 55, Lucca cabeceou e a bola passou perto do gol.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA