728x90 (1)

MATO GROSSO

Assistência social de Salto do Céu realiza capacitação para conselheiros tutelar

Publicados

em

A secretaria de assistência social do município de Salto do céu – MT, em parceria com Associação de conselheiros e Ex-conselheiros tutelares do estado de Mato Grosso (ACT/MT), realizaram no ultimo dia 29/07 um encontro onde temas abordados foram o uso do ECA (estatuto da crianças e adolescentes), abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes pela proteção e os direitos violados. O evento contou com presença do chefe do poder executivo municipal, Malto Teixeira Espindola e da primeira dama e secretaria da assistência social a Senhora Euci Alves da Silva Espindola

Na abertura do encontro o prefeito disse que ficou muito satisfeito de poder receber os membros da ACT/MT, como também os conselheiros tutelares e as assistências dos municípios vizinhos, pois é muito importante essa relação de amizade e troca de experiências e conhecimentos, afirmou também que esta à 18 meses a frente do município e vem desenvolvendo o que vem de encontro com os anseios do munícipes.

Prefeito Malto Teixeira Espíndola.

Dentre elas destacou uma ação apos ter assumido como prefeito, haja visto que no município existia um problema gravíssimo com acúmulo de com lixo que chegava até 12 toneladas por mês, mas com de orientação a comunidade e uma voltado com meio ambiente essa quantidade foi reduzido em pouco menos de 4 toneladas pois os projetos de reciclagem está muito bem e vem buscando varias idéias para melhorar cada vez mais e fazer com que a população tem um ambiente melhor para se viver, tanto na area de saúde, educação, obras e pricipalmente na area social.

Leia Também:  Sema defende uso de produtos retardantes para combate aos incêndios florestais

A secretária da assistência social Euci Alves por sua vez disse que em relação o encontro achou muito proveitoso pois mesmo vivendo um momento de pandemia devido o Covid-19, foi muito bom poder compartilhar com a diretoria da Associação dos conselheiros tutelares de MT, conselheiras tutelares, secretarias de assistências sociais e psicólogas dos municípios que participaram, onde juntos conhecemos a realidade de cada colegiado e vivenciamos os relatos dos problemas vivido por cada município na área dos atendimento as crianças e adolescentes que estiveram participando da programação, disse ainda que os municípios precisa dessas capacitações para melhoria e conhecimentos não só para os conselheiros tutelares como também para os profissionais da assistência, enfatizou que o prefeito tem feito um esforço para parceria em todas as áreas da administração mais principalmente na área da assistência no município para que em um tempo bem curto tenha uma melhor atendimento da região.

Euci Alves da Silva Espíndola
Secretária da Assistência social

Em entrevista a reportagem do site Esporte na Rede MT a Ex-conselheira tutelar e atualmente ocupa o cargo de secretária de assistência social do município de Reserva do Cabaçal, Michele Garcia de Freitas, relatou que é fundamental cada vez mais investir em formações iniciais e continuadas para contar com uma atuação qualificada do conselheiro e conselheira Tutelar.

Leia Também:  Instagram Shop chegou: agora dá para fazer compras dentro da rede social

“A Associação de Conselheiros Tutelares de Mato Grosso, trouxe para todos nós uma interação com troca de experiências particulares dedicada ao Conselho, onde despertou ainda mais o desejo de aprender para desempenhar muito bem as nossas atribuições. Posso dizer que foi de muito aproveitoso e já estamos na expectativa de mais capacitações”

Para o presidenta da ACT/MT Associação dos conselheiros e Ex-conselheiros tutelares de MT, Nelson de Faria, a importância da parceria da prefeitura do município de Salto do Céu em realizar o evento, afirmou ainda que essas reunião estão sendo possível ocorrer devido as parcerias que esta sendo feito junto as secretaria das assistências sócias dos municípios e parabenizou o esforço dedicado de cada um ali esteve presente.

Da redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Preço do gás de cozinha vai aumentar mais uma vez em MT

Publicados

em

A partir desta quarta-feira (1º), o botijão de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de 13 kg começa a ser entregue pelas distribuidoras às revendas de Mato Grosso com acréscimo médio de 8%.

Entre as companhias engarrafadoras e comercializadoras que entregam o produto no Estado, a maior alta é anunciada pela Copagaz, que aplicará reajuste de R$ 7,42 por botijão nas vendas realizadas a partir do dia 1º.

Outras distribuidoras que fornecem o gás de cozinha para o varejo local informam majorações de R$ 5,89 e R$ 5,32, como é o caso da Nacional Gás e Ultragaz, respectivamente, que passam a entregar o P13 mais caro a partir da próxima sexta-feira (3) .

Mato Grosso continua mantendo o preço mais alto do país para o gás de cozinha, com o botijão repassado atualmente por até R$ 130 para o consumidor final, informa a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em algumas localidades mais remotas do Estado, o insumo básico custa R$ 140, conforme diagnóstico sobre o mercado do GLP em Mato Grosso apresentado em requerimento para instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), ainda sob análise.

Leia Também:  Secretária de Assistência Social presta contas à comissão da ALMT

Os novos valores programados para setembro foram informados por meio de cartas enviadas às revendas. A justificativa das distribuidoras para os reajustes está na revisão anual dos preços do GLP para a rede de revendedores. Estão incluídos nos cálculos a correção dos salários dos funcionários, que ocorre anualmente no 9º mês de cada ano, bem como despesas com frete, insumos e demais custos operacionais, inclusive elevações do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), que é a referência para cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias, Bens e Serviços (ICMS).

Outro lado 

A Ultragaz confirma, em nota enviada à reportagem, que como ocorre em todos os anos e conforme previsto em contrato, no próximo mês é realizada a revisão anual dos preços de venda do GLP para a rede de revendas. “Esta revisão decorre dos impactos inflacionários na estrutura de custos da companhia, além do aumento de despesas de folha de pagamento em razão da data-base de setembro. Este último período foi especialmente impactado pela alta da inflação em diversos componentes importantes dos custos operacionais, tais como aço, tinta, diesel, energia elétrica, entre outros”. Buscando equalizar o aumento de custos de forma equilibrada, a Ultragaz informa que será realizado um incremento de R$ 5,32 no preço de fornecimento do GLP (13kg) a partir de 3 de setembro.

Leia Também:  MT Hemocentro abrirá excepcionalmente neste sábado (26) para receber doações

As demais distribuidoras – Nacional Gás, Supergasbrás e Copagaz – também foram procuradas pela reportagem, mas não se manifestaram até a publicação desta matéria. O espaço permanece aberto para esclarecimentos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA