728x90 (1)

MATO GROSSO

Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso promove primeira mulher ao posto de coronel

Publicados

em

A força feminina chegou ao posto mais elevado do militarismo no Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) com a promoção da primeira mulher à patente de coronel. A militar Luciana Bragança Brandão da Silva, 40 anos, da Regional Bombeiro Militar – V, em Cáceres (a 220 km de Cuiabá), foi promovida na cerimônia de comemoração ao Dia do Patrono, realizada na última quinta-feira (02.12), na Praça das Bandeiras, em Cuiabá.

“É uma alegria, uma honra, ser agraciada pelo governador Mauro Mendes, no posto de coronel. Neste momento, meu sentimento é de reconhecimento por todo trabalho ao longo desses quase 21 anos de dedicação no intenso trabalho na corporação. Além disso, a felicidade redobra ao ser a primeira mulher, coronel bombeiro militar do Estado de Mato Grosso”, declarou a primeira coronel do CBMMT.

Com a promoção, ela passa a integrar o primeiro escalão, equipe com outros 14 coronéis, liderada pelo comandante-geral do CBMMT, Alessandro Borges Ferreira, com mesmo nível de força na participação, tomada de decisão e construção do modelo de ação da corporação dos bombeiros em nível estadual.

“Essa promoção é exclusivamente por mérito, são oficiais de excelente qualidade, na missão de comando, por isso está ocupando espaço.  Eu tenho certeza que futuramente teremos outras mulheres coronéis no Corpo de Bombeiros”, enalteceu o comandante-geral.

A nova coronel concorreu com outros cinco militares, 4 homens e 1 mulher, que almejavam as duas únicas vagas à patente mais alta da corporação, sendo ela aprovada na acirrada seleção.

Leia Também:  "Batalhão era aguardado há décadas; agora, moradores e empresários do Distrito Industrial terão mais segurança", destaca senadora

A chegada ao posto é resultado de total dedicação às diversas missões técnicas e administrativas, desempenhada ao longo de 20 anos de trabalho na carreira militar. Além do longo processo de diversos estudos técnicos, teórico e prático, conforme detalhado em seu currículo de três páginas, requisito indispensável para justificar a ascensão na carreira.

A coronel Luciana possui graduação de Gestão em Segurança Pública e Privada, com três especializações dentro da mesma área, uma com foco na Gestão Estratégica. Além disso, um grande leque de formação em mais de 10 cursos de especialização na área militar.

Em 2018, ela também foi responsável pelo comando do 1º Batalhão do CBM, o maior e mais antigo do Estado. Sob seu comando estiveram 183 profissionais, para atuação nos municípios de Cuiabá, Santo Antônio do Leverger, Barão de Melgaço e Chapada dos Guimarães.

O excelente trabalho foi reconhecido com diversas homenagens recebidas ao longo das carreiras, com o recebimento de 10 medalhas de reconhecimento ao mérito e dois títulos; Mulher do Ano e Cidadão Mato-grossesnse, e também Varzeagrandense, em 2021.

No posto de Comandante da Regional da Fronteira Oeste do Estado (de Cáceres a Rondolândia), ela atuou na gestão das ações no combate aos incêndios florestais, principalmente no Pantanal de Cáceres.

A nova coronel foi prestigiada pelo noivo, filha, cunhada e sobrinho presentes na cerimônia, além dos demais membros da corporação e demais autoridades civis que aplaudiram sua conquista da primeira mulher ao posto mais elevado da corporação.

Leia Também:  Nova Ubiratã emite decreto com medidas restritivas e proibição de eventos

inda na mesma solenidade, Dia do Patrono, outras 11 mulheres militares dos bombeiros foram promovidas; uma coronel, uma 1º Tenente, duas sub-tenentes, três a 2º Sargento e quatro a 3º Sargento.

Breve história das mulheres no CBMMT

O ingresso da mulher no quadro do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso teve início no ano de 2001, a partir do primeiro Curso de Formação de Oficiais com vagas para o gênero. Desde então, o número de mulheres vem crescendo dentro da corporação.

Atualmente, o CBMMT possui em seu quadro 1.331 militares, sendo 88 mulheres. Duas delas ocupam posto liderança. Uma comandante mulher na Unidade do Batalhão de Emergências Ambientais (BEAMT), em Cuiabá. Outra mulher no posto de comando é a coronel Luciana Bragança Brandão da Silva, que comanda a Unidade Regional do CBMMT no munícipio de Cáceres.

A cerimônia alusiva ao Dia do Patrono é realizada anualmente pela corporação para homenagear Dom Pedro II, nascido em 02 de dezembro de 1825, regente do Brasil e criador da primeira instituição de combate a incêndios do país.

A solenidade é o maior evento da corporação, marcada por conceder promoções nesta data, sendo que neste ano, outorga de outros 117 membros da corporação foram. Também houve a entrega de uma de uma frota de 17 viaturas – 5 unidades de resgates e 12 caminhões auto tanque, que foram compradas com recurso de R$ 10 milhões do Programa Mais MT.

Fonte: Secom-MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Projeto em andamento: Duplicação do Anel Viário também deve ser anunciada

Publicados

em

Com o anúncio de convênio entre Prefeitura e Governo do Estado para as obras de reestruturação do Distrito Industrial Rondonópolis (Distrito Antigo) nesta sexta-feira (1), a expectativa agora permanece com relação a outra obra muito esperada e alvo de cobranças constantes em Rondonópolis: a recuperação e duplicação do Anel Viário. Havia expectativa de que o Governo do Estado também anunciasse a realização da obra, porém isso acabou não ocorrendo.

As informações são de que a obra de duplicação do Anel Viário, que inclusive, já foi prometida pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, como mostrou recentemente o A TRIBUNA, não foi anunciada nessa ocasião em função do projeto ainda não ter sido concluído pelo Estado.

A obra prevê a duplicação do Anel Viário ao longo de todo o trecho, com construção de nova pista e recuperação da atual. São estimados investimentos na ordem de R$ 20 milhões no local.

Hoje, o Anel Viário é um dos gargalos no tráfego de veículos pesados em Rondonópolis e constantemente alvo de críticas pelas péssimas condições, com pista tomada pelos buracos.

Leia Também:  Bebê puxa panela com liquido quente e morre com 80% do corpo queimado

Mesmo com a não divulgação do início das obras nesta sexta-feira em reunião entre o governador Mauro Mendes e o prefeito José Carlos do Pátio, a previsão é de que o Governo do Estado anuncie a construção da duplicação nas próximas semanas, assim que o projeto de engenharia esteja concluído

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA