728x90 (1)

MATO GROSSO

Mendes “sugere” que foragidos do Novo Cangaço sejam capturados por onças

O governador Mauro Mendes (DEM) disse que está orgulhoso com atuação dos policiais militares e civis na caçada aos bandidos que roubaram duas agências bancárias na cidade de Novas Bandeirantes (1.200 km de Cuiabá), na modalidade Novo Cangaço

Publicados

em

Mayke Toscano/Secon-MT

Durante encontro do MDB, na segunda-feira (19), na cidade de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá), Mendes detalhou que os dois criminosos que ainda estão foragidos deveriam ser capturados por onças.

“Estou muito orgulhoso (com os policiais do Bope de Nova Bandeirantes). Alguns de vocês têm acompanhado que a polícia está lá, está lá o Bope em cima (dos criminosos). De 14, têm nove mortos e cinco presos até agora. Acho que está faltando dois apenas que devem estar perdidos lá (na mata). Quem sabe as onças não dão um jeito neles lá”, brincou o governador.

Ação criminosa

Depois de um mês e 14 dias da ação criminosa, policiais do Batalhão de Operações Especializada (Bope), da Força Tática e do policiamento ordinário continuam na região para tentar pegar os ladrões da modalidade Novo Cangaço.

Conforme os policiais do Bope, os últimos dois criminosos continuam escondidos na mata próximo ao distrito de Japuranã, em Nova Bandeirantes.

Leia Também:  SENAR-MT E SINDICATOS RURAIS ESTIMAM CERCA DE 400 AÇÕES PARA DEZEMBRO

Desde o dia do roubo, nove integrantes do Novo Cangaço foram mortos em confrontos. São eles: Ronaldo Rodrigues de Souza, de 41 anos, e Samuel Santos Silva, de 24 anos, Cristiano de Jesus Nunes, Waldeir Porto Costa, de 25 anos, Romário de Oliveira Batista, de 35 anos, Maciel Gomes de Oliveira, de 37 anos, e Luiz Miguel Melek, de 40 anos. Diego de Almeida Costa, de 30 anos e Adailton Santos da Silva, de 40 anos.

Além dos mortos, cinco homens foram presos. Salvador Santos Portela, de 51 anos, foi preso no dia 9 de julho próximo a uma lanchonete. Com ele, foi apreendido pouco mais de R$ 50, 4 mil. Salvador teve a prisão em flagrante convertida em preventiva na audiência de custódia de sábado (10).

Já Valdecir de Salles Barboza foi preso no último dia 26 de junho em Nova Monte Verde, a 54 km de Nova Bandeirantes, durante as incursões dos agentes do Bope na mata. No mesmo dia, Franklis Souza de Jesus, de 26 anos, foi preso em uma fazenda de Nova Bandeirantes com R$ 134 mil. Ambos tiveram a conversão da prisão em flagrante em preventiva pela juíza Janaina Rebucci Dezanetti.

Leia Também:  Polícia recupera mais de R$ 134 mil com integrantes do Novo Cangaço em MT

Ednicio Pereira Cavalcante, de 28 anos, e Josias Silveira, 45 anos, foram presos no dia 23 de junho pelos agentes da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) enquanto tentavam negociar a compra de um veículo para tentar fugir do município.

Entretanto no dia 25 de junho, Justiça de Mato Grosso decidiu pela soltura de Josias. Já Ednicio teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Socorristas da BR-163 salvam dois bebês engasgados, em Mato Grosso

Publicados

em

De acordo com a concessionária Rota do Oeste, equipe do serviço pré-hospitalar já realizou mais de 1.900 atendimentos neste ano

Uma pessoa é atendida a cada duas horas pelas equipes a serviço médico da concessionária Rota do Oeste na BR-163/364 entre Itiquira e Sinop, no estado de Mato Grosso.

Segundo a empresa, primeiro semestre deste ano, foram quase dois mil casos dentre mal-estar, partos, sintomas repentinos e outros quadros atendidos pelo sistema de atendimento pré-hospitalar móvel presente em todo o trecho sob concessão.

De acordo com a gerente de Operações da Rota do Oeste, Bárbara Nathane, qualquer usuário da BR-163 pode solicitar os serviços oferecidos pela empresa. Todos os casos clínicos são avaliados e de acordo com cada quadro o usuário pode ser orientado a procurar a unidade de saúde adequada. em casos mais graves, os usuários são encaminhados à unidade de saúde. “Implantamos diversos serviços ao usuário ao longo da rodovia, como atendimento clínico, mecânico e salas de repouso nas SAUs, para atender as necessidades dos usuários.”, comenta. Os serviços operacionais são mantidos integralmente pela arrecadação nas praças de pedágio, sem custo adicional ao usuário.

Atendimento pré-hospitalar

O atendimento pré-hospitalar oferece socorro emergencial aos motoristas que apresentam algum tipo de mal-estar, prezando pela segurança viária e o bem-estar dos usuários da rodovia.

Segundo Nathane, como a empresa possui uma base de atendimento ao usuário a cada 50 quilômetros, muitas vezes os locais se tornam mais próximos das comunidades do que as unidades de saúde, então a população geral também acaba recorrendo aos socorristas da BR-163 em emergências. “Foi o que aconteceu com as famílias de duas crianças este mês em Várzea Grande”, disse.

Leia Também:  SENAR-MT E SINDICATOS RURAIS ESTIMAM CERCA DE 400 AÇÕES PARA DEZEMBRO

Bebês engasgados

Recentemente, dois casos semelhantes envolvendo bebês engasgados com leite materno foram atendidos pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU 8), em Várzea Grande (MT), no Trevo do Lagarto.

Na noite de 2 de julho, os pais do bebê Bruno, com 1 mês de vida, foi até a base da concessionária procurar ajuda médica para o bebê que não estava conseguindo respirar. A mãe Ivonete Felix do Nascimento conta que havia amamentado a criança e guardava as compras do supermercado quando percebeu que o recém-nascido estava engasgado. Ela tentou realizar as manobras de desobstrução das vias aéreas, mas não conseguiu. Nesse momento, a família saiu em busca de socorro e em menos de dez minutos estava na base de atendimento, onde o socorrista Francisco Magalhães pegou a criança em seus braços e realizou as manobras necessárias para que Bruno voltasse a respirar.

Dias depois, após Bruno ter passado algum tempo no hospital em observação, Ivonete retornou com o bebê ao posto SAU 8 para agradecer o atendimento. Mais tranquila e passado o susto, ela e seu marido reconhecem que os membros da equipe de socorro foram verdadeiros heróis que salvaram a vida do seu filho.

Numa outra ocorrência, em 16 de julho, a pequena Júlia, com apenas 28 dias de vida, passeava de carro com os pais próximo ao Trevo do Lagarto e também se engasgou com leite materno. A menina teve uma crise de tosse e ficou sem respirar. A mãe Rayanne Gonçalves Leite Oliveira conta que o marido é caminhoneiro e já conhecia os serviços oferecidos pela concessionária, por isso foi até a SAU 8 para pedir por ajuda. Assim como no primeiro caso, foi o socorrista Francisco Magalhães que atendeu à recém-nascida e fez com que ela voltasse a respirar normalmente.

Leia Também:  Varginha: Polícia mata 25 criminosos do 'novo cangaço' que planejavam assaltos

Após o atendimento na base, as crianças, acompanhadas de seus pais, foram encaminhadas pelas equipes da concessionária a unidades de saúde para acompanhamento médico especializado. Após o atendimento de Júlia, a equipe entrou em contato novamente em alguns dias para saber o atual estado de saúde da paciente e receber o retorno sobre os serviços prestados. Rayanne afirma que, para ela e o marido, que é usuário assíduo da BR-163, não apenas os socorristas que atenderam sua filha, como todos da Rota do Oeste são anjos na vida das pessoas.

O socorrista envolvido nos dois casos, Francisco Magalhães, expressa gratidão em poder salvar mais uma vida a cada atendimento. Ele orienta que, em casos semelhantes aos apresentados, os pais mantenham a calma e tentem realizar a manobra de Heimlich, que consiste em colocar o bebê de bruços no antebraço, com a cabeça virada para baixo e dar cinco tapas leves nas costas, na altura do ombro para provocar o desengasgue. Porém, ambas as famílias agiram corretamente em procurar auxílio imediatamente.

Outros socorristas envolvidos nos salvamentos das crianças também merecem todo o reconhecimento pelo trabalho heroico. São eles: Jonata Consuelo, Thiago Deogado e Lucas Carneiro. 

Estrutura de atendimento

A concessionária Rota do Oeste oferece socorro clínico ao longo dos 850 quilômetros de rodovia sob concessão por meio das 18 SAUs e 18 ambulâncias, sendo cinco delas equipadas com UTI móvel para emergências. Nas bases de atendimento ao usuário, os motoristas e passageiros têm ainda acesso a socorro mecânico, banheiro, água, telefone e espaço para descanso. Os atendimentos clínico e mecânico também podem ser acionados pelo 0800 065 0163.

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA