728x90 (1)

MATO GROSSO

PM orienta população sobre como colaborar com a abordagem policial durante uma blitz

Durante a aborgagem, policiais checam documento do motorista e dos veículos, retiram armas de fogo e drogas, combatem tráfico de drogas e detêm o motorista embriagado, evitando acidentes

Publicados

em

As fiscalizações e barreiras policiais da Operação Fim de Ano aumentaram a chance de abordagem e blitz pela Polícia Militar. A população pode colaborar com essa abordagem policial, o comandante do Batalhão Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário (BPTRAM), tenente–coronel Adão Cesar, explica o que é blitz policial e o que ela previne no trabalho da segurança pública.

Ao serem abordadss por policiais em uma blitz de trânsito, algumas pessoas nem imaginam como essa abordagem, que para muitos parece simples, pode combater crimes, evitar acidentes e até salvar vidas. O policial militar ao abordar condutores e fazer a checagens de veículos, também atua retirando armas de fogo, combate o tráfico de drogas, detém o motorista embriagado, evitando acidentes; recaptura foragidod da justiça, resgata reféns, salva a vida de uma vítima de crimes de violência, roubo, sequestro, dentre outras inúmeras situações de perigo e recupera veículos roubados/furtados.

Com o aumento no fluxo de veículos nas rodovias durante o período de fim de ano, o policiamento nas vias do Estado será reforçado pela Polícia Militar. Juntamente com o Comando Especializado da PM, o Batalhão de Polícia Militar de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário (Bpmtran) reforçará o efetivo com ênfase na área urbana e nas rodovias estaduais.

Leia Também:  Assistência social de Salto do Céu realiza capacitação para conselheiros tutelar

Durante o período entre o Natal e o Ano Novo, o número de veículos circulando nas rodovias aumenta de 30 a 40%, segundo o comandante do Batalhão de Polícia Militar de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário, tenente-coronel Adão César Rodrigues Silva, que destacou as ações de policiamento na área urbana, sobretudo nas regiões centrais de Cuiabá e Várzea Grande e nas MTs 040 (acesso a Santo Antônio de Leverger), 010 (acesso ao Distrito de Nossa Senhora da Guia) e 251 (acesso à Chapada dos Guimarães).

 “Vale ressaltar que as blitzes não se restringem somente aos veículos de passeio, pois temos diversas modalidades. Nesse período estaremos fazendo não só as revistas veiculares e pessoais, de acordo com o Código de Trânsito e suas leis, mas também realizaremos os testes de etilômetro. O Código de Trânsito dispõe que, o motorista que for flagrado no teste do bafômetro dirigindo sob influência do álcool comete infração de natureza gravíssima, sendo notificado e tendo o veículo apreendido, além de perder o direito de dirigir”, explicou o comandante do Batalhão de Trânsito da PM, tenente-coronel Adão César.

Leia Também:  Sine divulga 2,4 mil novas vagas de emprego em Mato Grosso nessa semana

Como forma de colaborar com as ações de policiamento, o comandante do Batalhão de Trânsito da PM orienta a população a como proceder quando for abordado em uma blitz. “É importante que o condutor colabore, reduzindo a velocidade, pela própria segurança e também dos policiais”, explicou o comandante.

Quer saber mais? 

Ouça o 14º episódio do PMCAST com entrevista e dicas exclusivas de como colaborar com os policiais durante uma abordagem policial. Acesse o podcast oficial da PM gratuitamente nas seguintes plataformas digitais:

  Fonte: Secom-MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Projeto em andamento: Duplicação do Anel Viário também deve ser anunciada

Publicados

em

Com o anúncio de convênio entre Prefeitura e Governo do Estado para as obras de reestruturação do Distrito Industrial Rondonópolis (Distrito Antigo) nesta sexta-feira (1), a expectativa agora permanece com relação a outra obra muito esperada e alvo de cobranças constantes em Rondonópolis: a recuperação e duplicação do Anel Viário. Havia expectativa de que o Governo do Estado também anunciasse a realização da obra, porém isso acabou não ocorrendo.

As informações são de que a obra de duplicação do Anel Viário, que inclusive, já foi prometida pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, como mostrou recentemente o A TRIBUNA, não foi anunciada nessa ocasião em função do projeto ainda não ter sido concluído pelo Estado.

A obra prevê a duplicação do Anel Viário ao longo de todo o trecho, com construção de nova pista e recuperação da atual. São estimados investimentos na ordem de R$ 20 milhões no local.

Hoje, o Anel Viário é um dos gargalos no tráfego de veículos pesados em Rondonópolis e constantemente alvo de críticas pelas péssimas condições, com pista tomada pelos buracos.

Leia Também:  Novo levantamento deve consolidar hegemonia de MT na produção agrícola do país

Mesmo com a não divulgação do início das obras nesta sexta-feira em reunião entre o governador Mauro Mendes e o prefeito José Carlos do Pátio, a previsão é de que o Governo do Estado anuncie a construção da duplicação nas próximas semanas, assim que o projeto de engenharia esteja concluído

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA