728x90 (1)

POLICIAL

Empresário é preso pela Polícia Militar em condomínio de Cuiabá

Publicados

em

O empresário Ezequiel Padilha de Souza Ferreira, 26 anos, foi preso pela Polícia Militar na noite de quinta-feira (3) no bairro Jardim das Palmeiras, em Cuiabá. Padilha, como é conhecido, tinha um mandado de prisão em seu desfavor. Além disso, os policiais disseram que ele rompeu a tornozeleira eletrônica.

Os policiais chegaram ao suspeito após receberem uma informação de que ele tinha um mandado de prisão, expedido pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá, em aberto e que estava em um espaço de festa de um condomínio do bairro.

Diante disso, os policiais foram ao local e quando o empresário viu os militares se aproximando, tentou fugir, mas logo foi pego.

Durante a tentativa de fuga, os agentes informaram que Padilha jogou a chave de um carro, um cigarro de maconha, um cartão e um aparelho celular.

Na sequência, o empresário informou que estava morando em um apartamento do condomínio cuja chave estaria em seu carro.

Acompanhado do empresário, os policiais abriram o veículo e pegaram a chave do apartamento. No local, os policiais encontraram um cordão dourado, três folhas de papel A4 com informações pessoais e 37 folhas de papel aparentando ser papel moeda.

Leia Também:  Quatro ladrões que roubaram agências bancárias em MT morrem em confronto com o Bope

Diante dos fatos, Padilha foi algemado e encaminhado à Central de Flagrantes de Cuiabá para providências cabíveis.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Conhecido

Padilha possui passagens criminais e era monitorado por tornozeleira eletrônica. Em maio, ele foi detido pela Polícia Militar no bairro Nova Esperança, em Cuiabá, pelo crime de desobediência. Ele e mais um comparsa, identificado apenas como G.M.P., foram encontrados com drones e aparelhos celulares que seriam jogados na Penitenciária Central do Estado (PCE). Por se tratar de crime de menor potencial ofensivo, a dupla foi liberada.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Criminosos invadem escritório e roubam notebooks e documentos de deputado em MT

Publicados

em

Criminosos invadiram o escritório do deputado estadual Thiago Silva (MDB), na madrugada deste sábado (2), na região central de Rondonópolis (217 km de Cuiabá).

De acordo com as informações, os suspeitos quebraram o portão da frente e adentraram o local. Logo depois, os bandidos tentaram arrombar a porta dos fundos do escritório com um pé de cabra, mas não conseguiram. Com isso, utilizaram a mesma ferramenta na janela próxima à porta e entraram por ela.

Os suspeitos reviraram o local, que é utilizado pelos assessores do parlamentar e no atendimento ao público. Durante o ato, foram levados três notebooks e pastas com documentos.

Thiago Silva já realizou contatos junto com as Polícias Civil e Militar e pedirá a intervenção da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp), já que esse ato não é o primeiro que ocorre em Rondonópolis.

Ele explica que há uma semana atrás, uma vereadora do município, também enfrentou uma situação semelhante à dele – o que comprova ainda mais que há um possível envolvimento político por trás desses crimes.

Leia Também:  Comércio de Cuiabá deve seguir regras para funcionar no feriado da Imaculada Conceição

Como as eleições se aproximam, o deputado não descarta que o ato criminoso tenha cunho eleitoral. “Não é de hoje que estamos sofrendo essas perseguições políticas. Eles abriram todas as gavetas, mexeram em todos os documentos, espalharam papéis por todos os lados, roubaram três computadores e pastas referente ao trabalho parlamentar”, pontuou.

Fonte: GD

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA