728x90 (1)

POLICIAL

Homem é preso por estuprar e enterrar mulher ainda viva

Laura Batista de Souza, de 28, foi assassinada em setembro do ano passado em Santa Cruz do Xingu

Publicados

em

Reprodução

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (22) um homem acusado de matar Laura Batista de Souza, de 28 anos, em uma chácara em Santa Cruz do Xingu, no ano passado.

D.M.F., que enterrou Laura ainda quando ela estava viva, foi preso em uma fazenda no Município de Juara.

O corpo foi encontrado na noite de 11 de setembro do ano passado, oito dias após o seu desaparecimento.

D.M.F. era o principal suspeito. As investigações apontaram que ele e Laura se conheceram no dia do crime.

De acordo com a Polícia Civil, laudos periciais apontaram que a vítima foi estuprada.

Ele a esfaqueou na região do estômago e, em seguida, a enterrou. No entanto, Laura ainda estava viva.

A chácara onde a vítima foi enterrada pertencia a D.M.F., que estava foragido após o mandado de prisão ser decretado.

Após passar por exame de corpo de delito, ele foi encaminhado à unidade prisional de Juara, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Corpo em buraco 

Alguns dias depois do desaparecimento, familiares de Laura pediram que policiais fossem até a chácara de D.M.F. depois de receberam informações de que um buraco suspeito havia sido cavado no local, próximo a uma cisterna.

Leia Também:  Mulher chega da África, desrespeita quarentena e vai a shopping no Mato Grosso

Na chácara, os policias constataram que a terra estava mexida e começaram a cavar, encontrando a mão da vítima.

Imediatamente houve isolamento no local e equipes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Civil foram acionadas para iniciar as investigações.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Três assaltantes são mortos pela PM durante furto em banco de Várzea Grande

Publicados

em

Três assaltantes foram mortos na madrugada deste sábado (14), dentro de um banco na avenida Couto Magalhães, no Centro de Várzea Grande. Eles foram flagrados pelas equipes da Polícia Militar dentro da unidade, reagiram e acabaram baleados. Mesmo socorridos, não resistiram e morreram em seguida.

 

De acordo com as informações, passava das 4h quando a equipe da Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam), que estava em patrulhamento, foi acionada pelo oficial do 4º Batalhão, informando o roubo na agência bancaria do Santander.

 

Quando a equipe chegou, já encontrou com os suspeitos no local. Foi verbalizado para que eles colocassem as mãos para cima,

mas eles reagiram e sacaram as armas, fazendo os policiais reagirem.

 

Baleados, os assaltantes foram levados para o Pronto-Socorro de VG. Mas, eles não resistiram e morreram logo em seguida. Caso foi registrado na Central de Flagrantes da cidade

Fonte: gazeta Digital

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Polícia Militar frustra roubo e recupera caminhonetes na Região Metropolitana
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA