POLICIAL

Paciente invade UTI do Hospital de Referência à Covid-19 de Cuiabá e ameaça servidores de morte

Homem de 42 anos procurou a unidade hospitalar com um pedido de raio-x, mas, ao invés de dirigir para o local do exame, foi direto para a UTI

Publicados

em

Um homem de 42 anos foi preso na manhã deste sábado (13), após invadir a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Referência à Covid-19 (antigo Pronto Socorro), ofender e ameaçar profissionais da saúde de morte. Ele procurou a unidade hospitalar com um pedido de raio-x, mas, ao invés de  dirigir para o local do exame, foi direto para a UTI, aparentemente em surto psicótico e procurando por algum enfermeiro, gritando que iria matar a todos.

Ele chegou a xingar os servidores, chamar um médico para a briga. Os trabalhadores conseguiram fazer com que o homem saísse da UTI. Do lado de fora, ele ainda empurrou uma maca contra as vítimas.

A Polícia Militar foi acionada e conseguiu deter o homem na saída do hospital. Ele foi levado para a Central de Flagrantes, no bairro Verdão, onde o boletim de ocorrência foi lavrado.

Diante do caso, a direção da unidade, que já conta com dois policiais militares de plantão, solicitou reforço na segurança junto à Secretaria Municipal de Ordem Pública.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Como a Argentina conseguiu manter o número de mortes por Covid-19 sob controle
Propaganda

POLICIAL

Esfaqueado, homem corre em direção à delegacia, mas leva mais golpes e morre

Publicados

em

João Figueiredo Conceição, de 30 anos, foi morto a facadas na noite desta quarta (18), no bairro Bela Vista, em Nova Mutum (a 264 km de Cuiabá). Ele foi esfaqueado em casa, chegou a correr e foi perseguido por 200 metros, até ser esfaqueado novamente. Não resistiu aos ferimentos e morreu na calçada.

Segundo o boletim de ocorrência, testemunhas contaram que viram João correndo e, logo atrás dele, dois homens com facas. Preliminarmente, foi entendido pela perícia, que ele sofreu os primeiros golpes dentro de casa e saiu correndo pelas ruas, em direção à Delegacia, mas e acabou sendo alcançado cerca de 200 metros depois, quando recebeu mais golpes de facas.

Conforme informações da Polícia Militar, a guarnição foi acionada por moradores, relatando que na rua das Mangueiras, um homem foi encontrado caído no chão, sangrando muito.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, realizou os primeiros procedimentos no local, mas constataram o óbito de João. O local foi isolado e a Polícia Civil acionada por volta das 21h44, momento que começou a chover muito forte na cidade, interrompendo o atendimento da ocorrência.

Leia Também:  PRF cumpre mandado de prisão ao atender acidente em Barra do Garças/MT

Câmeras de Segurança das casas próximas do local do crime vão ajudar na identificação dos suspeitos. Além dos dois homens já descritos pelas testemunhas, foi informado que uma mulher também estava na cena do crime. O caso é investigado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA