POLICIAL

PM é preso informando Comando Vermelho sobre operação de tráfico

Publicados

em

Polícia Militar de Confresa (1.160 km ao Noroeste de Cuiabá) foi preso após ser flagrado informando traficantes do Comando Vermelho, em tempo real, sobre uma operação que acontecia na cidade para reprimir o tráfico de drogas. Vanderlei Moreira Xavier, 34 anos, estava de plantão e atuando na ação.

O flagrante foi feito durante a prisão de um dos traficantes, confirmou o comandante da PM local, o tenente coronel Roosevelth Fabiano Oliveira Escolástico. Desde a última sexta-feira (12), os policiais realizavam ações para reprimir o tráfico de drogas na cidade.

Durante a abordagem de um dos suspeitos, ele jogou um celular no solo. Disse ainda que não era seu. Mas, o aparelho estava desbloqueado e quando os militares foram checar, flagraram uma conversa do suspeito com o policial militar, que integrava outra equipe da mesma operação.

Em entrevista à rádio Top FM, da região do Araguaia e Xingu, o comandante afirmou que a conversa estava ocorrendo em ‘tempo real’. “Ele estava relatando ao suspeito passo a passo do que estava sendo feito pelos policiais, os locais onde eles estavam”, ressaltou.

Leia Também:  Projeto de aluno sobre aplicativo para análise meteorológica é contemplado com bolsa de iniciação científica

Para o comandante, o crime é ‘gravíssimo’ e ele nunca tinha se deparado com uma situação dessas. Diante dos fatos, foi comunicado à Polícia Civil, que realizou a prisão de Vanderlei em casa por crime militar.

Durante a diligência no local, Força Tática encontrou um revólver calibre 38 dentro do carro do suspeito e em cima do sofá, uma sacola com munição do mesmo calibre. Questionado, disse que a arma não tinha registro. Ele foi autuado pela Polícia Civil por posse irregular de arma de fogo.

Transferido

Conforme o TC Escolástico, soldado Xavier estava há pouco tempo lotado no batalhão de Confresa. “Ele é um recruta da última turma de formação da PM. Pediu transferência para Confresa alegando que tinha família no Pará e aqui ficaria mais próximo deles”.

De fato, o soldado é natural de Rio Maria, no Pará, que fica cerca de 8h de carro saindo de Confresa. “Foi feita uma investigação antes de a transferência ser confirmada e não tinha nada contra ele até o momento, sendo autorizada a vinda. Mas, agora o caso vai ser investigado”, disse.

Leia Também:  Dupla é pega com pistola e 39 munições em Jaciara

Xavier está preso na cidade, mas ao que tudo indica, deve ser transferido para um presídio. O receio é de que os membros do Comando Vermelho, qual ele estava praticamente associado, possam atentar contra a vida dele e até mesmo dos policiais que realizaram sua prisão.

“Agora ele vai responder tanto pelo crime militar, quanto pelo crime de posse ilegal de arma de fogo. A Polícia Militar não compactua com esse tipo de atitude”, finalizou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Esfaqueado, homem corre em direção à delegacia, mas leva mais golpes e morre

Publicados

em

João Figueiredo Conceição, de 30 anos, foi morto a facadas na noite desta quarta (18), no bairro Bela Vista, em Nova Mutum (a 264 km de Cuiabá). Ele foi esfaqueado em casa, chegou a correr e foi perseguido por 200 metros, até ser esfaqueado novamente. Não resistiu aos ferimentos e morreu na calçada.

Segundo o boletim de ocorrência, testemunhas contaram que viram João correndo e, logo atrás dele, dois homens com facas. Preliminarmente, foi entendido pela perícia, que ele sofreu os primeiros golpes dentro de casa e saiu correndo pelas ruas, em direção à Delegacia, mas e acabou sendo alcançado cerca de 200 metros depois, quando recebeu mais golpes de facas.

Conforme informações da Polícia Militar, a guarnição foi acionada por moradores, relatando que na rua das Mangueiras, um homem foi encontrado caído no chão, sangrando muito.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, realizou os primeiros procedimentos no local, mas constataram o óbito de João. O local foi isolado e a Polícia Civil acionada por volta das 21h44, momento que começou a chover muito forte na cidade, interrompendo o atendimento da ocorrência.

Leia Também:  "Deixem minhas bonecas em paz", diz Larissa Manoela sobre decoração do quarto

Câmeras de Segurança das casas próximas do local do crime vão ajudar na identificação dos suspeitos. Além dos dois homens já descritos pelas testemunhas, foi informado que uma mulher também estava na cena do crime. O caso é investigado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA