728x90 (1)

POLÍTICA MT

Dídimo se coloca à disposição para disputar presidência da Câmara Municipal

Publicados

em

O vereador Dídimo Vovô (PSB) colocou seu nome à disposição para encabeçar uma chapa a presidência da Mesa Diretora Câmara Municipal de Cuiabá.

O parlamentar avalia que vai conseguir a cadeira da presidência quem for o melhor articulador.

“Estamos articulando a chapa. Eu e o [vereador] Denilson com parlamentares tanto da base quanto da independência e da oposição”, diz.

Apesar de fazer parte da base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara, Dídimo diz que a a ideia é montar uma chapa paralela com vereadores dos três blocos – situação, independência e oposição – e que já tem o voto de 12 ou 13 colegas parlamentares.

Aponta que, pela articulação, ele e o vereador Demilson Nogueira (PP) podem vir a encabeçar a chapa, mas que o nome final será decidido pelo grupo.

Conforme publicado pelo MidiaJur, o vereador Mário Nadaf (PV) também estava articulando para ser colocar na disputa, mas recuou e decidiu apoiar o projeto do colega parlamentar Chico 2000 (PL), que tem o apoio do prefeito.

Dídimo desconversa sobre a falta do apoio do prefeito e que a Câmara tem a independência de decidir, por conta própria e sem a articulação do gestor do Palácio Alencastro, os membros da Mesa Diretora.

Leia Também:  Emanuel Pinheiro registra boletim de ocorrência contra delegado

“Eu vejo que a questão da unidade do grupo na construção dos nomes. Vejo que nós vereadores da Câmara tem o poder de discutir qual seria o presidente e os demais componentes da Mesa Diretora de forma mais coesa e sólida. Por isso, estamos tentando e conversando”, avalia

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Prefeito ameniza dificuldades na entrada de Márcia no interior: ‘Capital é vitrine’

Além disso, ele afirma que irá contar com as demais lideranças do arco de alianças da esquerda, para propagar em todo o Estado o projeto de Márcia ao Governo

Publicados

em

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) não vê dificuldades em levar o nome de sua esposa, a primeira-dama Márcia Pinheiro (PV), ao interior do Estado. Para ele, inclusive, ela já tem certa capilaridade eleitoral fora da baixada cuiabana devido a visibilidade obtida pela sua gestão frente ao Palácio Alencastro.

“De cara, a primeira-dama, esposa do prefeito da Capital, já tem uma capilaridade, já tem o conhecimento em todo o estado, principalmente devido a uma gestão muito bem avaliada como a nossa, que terminou o primeiro mandato com 86% de aprovação popular. Cuiabá é a Capital do estado, é a maior e mais importante cidade do estado e é vitrine, propagada para todo o estado de Mato Grosso”, avalia.

Além disso, ele afirma que irá contar com as demais lideranças do arco de alianças da esquerda, para propagar em todo o Estado o projeto de Márcia ao Governo.

“Nós temos o apoio da Federação, do PT, PCdoB e PV, que são partidos com grande capilaridade no Estado. Temos o apoio do Neri Geller, do senador Carlos Fávaro, temos o apoio do Solidariedade, partido novo mas que tem raízes fincadas em várias regiões do estado, e temos o apoio do presidente Lula”, cpmpletou.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Botelho revela cenário apertado para Bolsonaro em MT: "Não ganha estourado"
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA