728x90 (1)

POLÍTICA MT

Prefeitura de Cuiabá publica edital de licitação da PPP do Mercado Municipal

Publicados

em

A Prefeitura de Cuiabá publicou nesta segunda-feria (25) o  edital de licitação da Parceria Público-Privada (PPP) para requalificação do Centro Histórico e revitalização do Mercado Municipal Miguel Sutil, localizado na avenida Isaac Póvoas, no centro da capital.

O recebimento das propostas e a sessão pública de abertura dos envelopes das empresas interessadas serão realizadasno dia 10 de junho.

O futuro Mercado Municipal terá quatro pavimentos, divididos por setores para um melhor ordenamento dos ambientes e das mais de 180 lojas e praça de alimentação. O projeto prevê ainda construção de um estacionamento rotativo com mais 600 vagas para carros e motos, com um sistema automatizado com sensores para identificação do status da vaga e software de compra e recarga de créditos. Os investimentos na obra podem chegar na ordem dos R$ 100 milhões em seis anos.

“Estamos dando um novo destino ao ícone da nossa cultura, gastronomia e do nosso mercado varejista e atacadista, o grande Mercado Municipal Miguel Sutil, que durante décadas funcionou como um verdadeiro mercado regional abastecendo os lares das famílias cuiabanas. Com o passar do tempo e com o desenvolvimento da nossa cidade, aquele espaço público foi dando espaço a prostituição, drogas, insegurança, violência e perdeu a sua função histórica. Essa PPP é um projeto que faz parte dos 300 anos de Cuiabá, com ela vamos devolver esse grande ícone da nossa cuiabania. Então, quero agradecer a toda a nossa equipe, ao secretário que foi o articulador de todo esse trabalho, Francisco Vuolo, ao trabalho da Secretaria adjunta de licitações e contratos, coordenada pelo Agmar. É uma PPP desafiadora e inovadora, mas nós podemos”, destacou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Leia Também:  Prefeitura de Jangada vai disponibilizar kit Covid para pacientes confirmados

Mais informações sobre o edital podem ser obtidas por meio da Secretaria Adjunta Especial de Licitações e Contratos, que integra a Secretaria Municipal de Gestão, pelo telefone: 3645-6241 ou no e-mail: [email protected] mt.gov.br, com atendimento das 8h às 12h e das 14h às 18h.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Disputa por cadeira no Senado registra 8 nomes para única vaga

Publicados

em

Cargo mais cobiçado do que o de governador, a disputa ao Senado neste ano em Mato Grosso já conta com 8 pré-candidaturas, seguindo a tendência das duas últimas disputas  que chegaram a ter 11 pessoas disputando a preferência do eleitorado.

Além da briga entre o senador Wellington Fagundes (PL) e o deputado Neri Geller (PP), para saber quem estará na chapa de reeleição do governador Mauro Mendes (União), outros 6 nomes aparecem com a intenção de disputar a única vaga ao Senado neste ano.

Natasha Slhessarenko (PSB) lançou a sua pré-candidatura no mês passado e tem percorrido Mato Grosso na busca de viabilizar-se para a disputa. Um dos entraves para a médica, contudo, é saber em qual palanque estará.

Nacionalmente, o PSB lançou o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, como vice na chapa do ex-presidente Lula (PT), que é pré-candidato à presidência pela federação PT-PCdoB e PV. A lógica, neste caso, seria Natasha disputar ao Senado na chapa da federação no estado.

Porém, o presidente estadual da sigla, deputado Max Russi (PSB) não esconde de ninguém a sua intenção de ficar na chapa do governador, que apoiará a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Outra alternativa seria lançar uma chapa solo, no entanto, Natasha ficaria com o tempo de TV apenas da própria legenda.

Leia Também:  Governo impede que Arena Pantanal seja usada para show do Gusttavo Lima

Já o PTB tem como pré-candidato o presidente da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan. Ele disputa os votos dos bolsonaristas em Mato Grosso, e tem incomodado Wellington Fagundes, que tenta conquistar o apoio dos seguidores do presidente recém-filiados ao PL.

Outro nome feminino que surge como opção é o da primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, filiada ao PV. O nome dela foi colocado pelo Partido Verde, que também tem o nome do vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa, para concorrer ao governo.

Nos bastidores, o que se comenta é que o nome de Márcia faz parte de uma estratégia do prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB), que busca ter um nome à majoritária de sua confiança para fortalecer o projeto de reeleição do seu filho, o deputado federal Emanuelzinho (MDB).

Já outros nomes surgem recentemente como o de Flávio Frical, que perdeu a disputa pela prefeitura de Várzea Grande em 2020, e será lançado ao Senado no dia 25 de maio pelo Pros.

O vereador de Cuiabá Kássio Coelho foi lançado pelo Patriota para a disputa ao Senado. O último nome que se colocou à disposição até o momento para o Senado foi James Cabral (PT), irmão do deputado Lúdio Cabral (PT), que disputou a prefeitura de Cáceres em 2020.

Leia Também:  Hipermercado Extra encerra as atividades em Cuiabá no dia 31

Neste ano, estará em disputa uma única vaga para o Senado, que hoje pertence a Wellington Fagundes, que tentará se reeleger.

Em 2018, quando duas vagas estavam em disputa, 11 candidatos concorreram as eleições, pleito em que a ex-juíza Selma Arruda foi eleita pelo extinto PSL e Jayme Campos pelo  DEM, que é União Brasil após se fundir com o PSL.

Porém, Selma Arruda foi cassada em dezembro de 2019, provocando uma eleição suplementar para escolher um novo nome. A disputa ocorreu em novembro de 2020, quando Carlos Fávaro se elegeu, disputando com 10 nomes.

Candidatos em 2018

Jayme Campos (DEM)
Selma Arruda (PSL)
Carlos Fávaro (PSD)
Nilson Leitão (PSDB)
Adilton Sachetti (PRB)
Profº Maria Lúcia (PCdoB)
Procurador Mauro (Psol)

Waldir Caldas (Novo)
Profº Aladir (PPL)
Gilberto Lopes (Psol)
Sebastião Carlos (Rede)

Candidatos em 2020

Carlos Fávaro (PSD)
Elizeu Nascimento (DC)
Euclides Ribeiro (Avante)
Feliciano Azuaga (Novo)
José Medeiros (Podemos)
Procurador Mauro (PSOL)
Nilson Leitão (PSDB)
Pedro Taques (SD)
Reinaldo Morais (PSC)
Coronel Fernanda (Patriota)
Valdir Barranco (PT)

2022

Wellington Fagundes (PL)
Neri Geller (PP)
Natasha Slhessarenko (PSB)
Antônio Galvan (PTB)
Flávio Frical (Pros)
Kássio Coelho (Patriota)
Marcia Pinheiro (PV)

Fonte: GD

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA