728x90 (1)

POLÍTICA NACIONAL

Após janela partidária, PL se torna legenda com maior bancada na Câmara

artido do presidente Jair Bolsonaro passou de 42 para 73 parlamentares; confira a composição das legendas

Publicados

em

Após a conclusão na noite de sexta-feira (1º) do prazo final da janela partidária para a mudança por parte dos políticos, o Partido Liberal (PL), do presidente Jair Bolsonaro, se tornou a legenda com a maior composição na Câmara dos Deputados, com 73 parlamentares – antes da janela, eram 42.

Segundo apuração da CNN com líderes partidários, pelo menos 83 deputados entre os 513 da Casa aproveitaram a janela para mudar de partido (veja os nomes). A relação, no entanto, ainda pode mudar, já que o sistema da Câmara ainda contabiliza as últimas alterações.

O Partido dos Trabalhadores (PT), do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é o segundo maior da Câmara, com 56 integrantes até o momento. O Progressistas (PP) está em terceiro lugar, com 50.

De acordo com o levantamento da CNN baseado nas informações do sistema da Câmara, o segundo partido que mais recebeu filiações foi o Republicanos, com 13. Junto com o PL e o PP, a legenda compõe a base aliada do governo Bolsonaro, e somam 168 dos 513 deputados.

Leia Também:  Esquema de corrupção no Rio arrecadou R$ 50 milhões, diz MPRJ | Agência Brasil

Comandado pelo ex-ministro Gilberto Kassab, o PSD recebeu seis novos deputados, mas perdeu dois, e registrou um crescimento de quatro integrantes na bancada. Entre as siglas que mais perderam espaço, está o União Brasil, fusão entre o DEM e o PSL, que ensaiou ter a maior bancada da Câmara, com 81 parlamentares, e ampliou o fundo eleitoral e o tempo de televisão. Está em quarto na lista, com 47.

Bancada de cada partido

  • PL: 73
  • PT: 56
  • PP: 50
  • União Brasil: 47
  • Republicanos: 45
  • PSD: 43
  • MDB: 35
  • PSDB: 27
  • PSB: 25
  • PDT: 20
  • Bloco PSC/PTB: 17
  • Solidariedade: 11
  • PROS: 9
  • PSOL: 9
  • Podemos: 8
  • NOVO: 8
  • Avante: 8
  • PCdoB: 7
  • Cidadania: 7
  • Patriota: 4
  • PV: 3
  • REDE: 1

 

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Câmara aprova piso de R$ 4,7 mil para enfermeiros

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Publicados

em

O Coordenador da bancada federal de Mato Grosso, Dr. Leonardo (Republicanos) comemorou a aprovação do piso nacional dos profissionais da enfermagem, na sessão desta quarta-feira (4), na Câmara Federal, em Brasília. Ao todo, foram 449 votos a favor e 12 contrários.

Dr. Leonardo, que votou a favor da aprovação do projeto delLei 2564/2020, afirmou que a aprovação representa uma grande valorização profissional da categoria.

O projeto define um piso para os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras. O valor inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750,00 a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados.

“Os profissionais da enfermagem precisavam desta valorização. Eles cuidam das famílias brasileiras e precisavam, sim, deste reconhecimento nacional que vai garantir um salário mais digno”, afirmou o deputado Dr. Leonardo.

O deputado também destacou a importância dos profissionais durante o pico da pandemia da covid-19. “Os profissionais da enfermagem são guerreiros e guerreiras que, no momento mais crítico da pandemia, atuaram com muita dedicação, resiliência e coragem cuidando das nossas famílias nos hospitais”, afirmou.

Leia Também:  Cuiabá se torna oficialmente clube-empresa e poderá receber incentivos fiscais

“Temos que valorizar esta categoria sempre, ainda mais se pensarmos que 830 enfermeiros morreram durante a pandemia buscando salvar vidas”, destacou.

Piso nacional

De acordo com a proposta, o salário inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750,00 a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados. O texto prevê ainda a atualização monetária anual do piso da categoria com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Nos demais casos, haverá a proporcionalidade na remuneração: 70% do piso dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem; e 50% para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

A favor dos autistas

Na sessão de hoje, o deputado Dr. Leonardo também votou a favor da urgência do projeto de Lei 11.147/2018 que torna obrigatória a inclusão do símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista em todas as placas de sinalização de prioridade presentes em estabelecimentos abertos ao público, transportes, repartições públicas e outros. (Com informações da assessoria)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA