728x90 (1)

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro: país pode terminar 2020 com mais empregos do que em 19

Publicados

em

Bolsonaro: país pode terminar 2020 com mais empregos do que em 19

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (26) que as projeções indicam que o país pode terminar o ano de 2020 com mais empregos do que em 2019. Ele comemorou o resultado positivo na criação de empregos formais, segundo balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia, que apontou um saldo positivo de 394,9 mil empregos em outubro.imagem27-11-2020-12-11-26imagem27-11-2020-12-11-27

“Desde julho, agosto e setembro, tivemos superávit, saldo positivo, no Caged. Agora, levando-se em conta outubro, o Caged nos deu um superávit de 400 mil novos empregos com carteira assinada. Se nós acreditarmos em projeções, vamos terminar o ano, no mês de dezembro, com mais gente empregada do que dezembro do ano passado. Isso atravessando uma pandemia”, disse durante cerimônia no Palácio do Planalto que marcou o lançamento de um novo sistema de gestão documental digital do governo. 

Hoje (26), o Ministério da Economia divulgou que, pelo quarto mês consecutivo, o saldo de geração de empregos no Caged ficou positivo. Foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. O resultado é um recorde na série histórica iniciada em 1992.

Leia Também:  Governo é favorável à importação privada de vacinas, diz Bolsonaro | Agência Brasil

Atualmente, a estimativa da população desocupada no Brasil é de cerca de 13,5 milhões, segundo a última edição da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), publicada em outubro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2020-11/bolsonaro-pais-pode-terminar-2020-com-mais-empregos-do-que-em-2019

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Câmara aprova piso de R$ 4,7 mil para enfermeiros

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

Publicados

em

O Coordenador da bancada federal de Mato Grosso, Dr. Leonardo (Republicanos) comemorou a aprovação do piso nacional dos profissionais da enfermagem, na sessão desta quarta-feira (4), na Câmara Federal, em Brasília. Ao todo, foram 449 votos a favor e 12 contrários.

Dr. Leonardo, que votou a favor da aprovação do projeto delLei 2564/2020, afirmou que a aprovação representa uma grande valorização profissional da categoria.

O projeto define um piso para os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e parteiras. O valor inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750,00 a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados.

“Os profissionais da enfermagem precisavam desta valorização. Eles cuidam das famílias brasileiras e precisavam, sim, deste reconhecimento nacional que vai garantir um salário mais digno”, afirmou o deputado Dr. Leonardo.

O deputado também destacou a importância dos profissionais durante o pico da pandemia da covid-19. “Os profissionais da enfermagem são guerreiros e guerreiras que, no momento mais crítico da pandemia, atuaram com muita dedicação, resiliência e coragem cuidando das nossas famílias nos hospitais”, afirmou.

Leia Também:  Senadores pedem instalação de CPI; para Pacheco há outras prioridades | Agência Brasil

“Temos que valorizar esta categoria sempre, ainda mais se pensarmos que 830 enfermeiros morreram durante a pandemia buscando salvar vidas”, destacou.

Piso nacional

De acordo com a proposta, o salário inicial para os enfermeiros será de R$ 4.750,00 a ser pago nacionalmente pelos serviços de saúde públicos e privados. O texto prevê ainda a atualização monetária anual do piso da categoria com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Nos demais casos, haverá a proporcionalidade na remuneração: 70% do piso dos enfermeiros para os técnicos de enfermagem; e 50% para os auxiliares de enfermagem e as parteiras.

A favor dos autistas

Na sessão de hoje, o deputado Dr. Leonardo também votou a favor da urgência do projeto de Lei 11.147/2018 que torna obrigatória a inclusão do símbolo mundial da conscientização do transtorno do espectro autista em todas as placas de sinalização de prioridade presentes em estabelecimentos abertos ao público, transportes, repartições públicas e outros. (Com informações da assessoria)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA