728x90 (1)

SAÚDE

Moradores de comunidade quilombola no Vale do Ribeira são vacinados | Agência Brasil

Publicados

em

Moradores de comunidade quilombola no Vale do Ribeira são vacinados

Moradores do Quilombo Ivaporunduva, município de Eldorado, na região do Vale do Ribeira, interior paulista, foram vacinados contra a covid-19 neste sábado (23). Foi a primeira comunidade quilombola a ser vacinada no estado.imagem24-01-2021-01-01-08imagem24-01-2021-01-01-09

A primeira moradora a receber a dose do imunizante foi Benedita Ferreira da Silva, de 77 anos: “Nós queremos saúde. Já estamos cansados desse combate da doença. Sinto saudade de quando podia estar na igreja, rezando, ir na casa dos amigos. Agora é mais difícil, tem que usar máscara e álcool”, disse ela, que mora com dois filhos e três netos.

Benedito Alves da Silva, 65, que integra a coordenação da associação da comunidade, foi vacinado na sequência. “É muito importante essa vacina, não só para o Quilombo de Ivaparunduva, mas para todas as comunidades quilombolas do nosso estado. É uma doença devastadora. Então, é muito importante que essa vacina venha para a gente poder retomar o nosso trabalho, a nossa roça, a nossa conversa no final da tarde.”

À região do Vale do Ribeira, foram enviadas 2,7 mil doses para o início da campanha. Os serviços de saúde municipais da região serão responsáveis pelas estratégias de vacinação para alcançar mais de mil famílias de comunidades quilombolas localizadas nos municípios de Iporanga, Cananéia, Itaoca, Barra do Turvo, Miracatu, Iguape, Eldorado, Jacupiranga e Registro.

Leia Também:  Covid-19: Saúde recruta 2,5 mil profissionais para atuar em Manaus | Agência Brasil

“Em Eldorado, iniciamos a vacinação nas comunidades Quilombolas de SP no Quilombo Ivaporunduva. Vacinamos 300 Quilombolas que vivem em extrema vulnerabilidade”, escreveu em suas redes sociais o governador, que acompanhou o início da imunização na região.

Os quilombolas foram incluídos entre os grupos prioritários da primeira fase do Plano Estadual de Imunização (PEI). Neste primeiro momento, também receberão as doses da vacina profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência com mais de 18 anos vivendo em instituições de longa permanência e indígenas aldeados.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-01/moradores-de-comunidade-quilombola-no-vale-do-ribeira-sao-vacinados

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Aumento de 262%: Cidade tem 555 novos registros de Covid em 1 semana

Quantidade de pessoas internadas na UTI do Hospital São Lucas em Primavera do Leste não é divulgada pelo Município

Publicados

em

Rondonópolis registra disparada de casos de Covid-19 nesta última semana. Em sete dias, entre os dias 24 de junho e 1 de julho, foram confirmados na cidade 555 novos casos da doença, aumento de 262,8% com relação à semana anterior, entre os dias 17 e 24 de julho, quando foram registrados um total de 153 casos da doença.

Esta é a quinta semana consecutiva com registro de aumento no número de casos de Covid-19 em Rondonópolis.

Os dados foram levantados pelo A TRIBUNA junto ao boletim epidemiológico da Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde que são divulgados diariamente.

Nesta última semana, assim como o crescimento no número de casos, a quantidade de pessoas atualmente com o vírus ativo disparou, crescendo 293,2%, passando de 163 casos ativos na semana anterior para 641 nesta semana.

O boletim epidemiológico apontou ainda que houve aumento significativo também na quantidade de pacientes internados em decorrência da Covid-19 em hospitais de Rondonópolis.

Na semana anterior, entre 17 e 14 de junho, 4 pessoas estavam hospitalizadas na cidade, enquanto que nesta última semana, a quantidade de internações subiu para 11. Ou seja, no período de uma semana, as internações pela doença subiram 175%.

Leia Também:  Rio tem cinco casos de variantes do novo coronavírus | Agência Brasil

A maior parte dos pacientes atualmente hospitalizados em unidades de saúde de Rondonópolis está em leitos de enfermaria. Até esta sexta-feira (1), oito pessoas estavam internadas na enfermaria do Hospital Municipal Antônio dos Santos Muniz (Hospital de Retaguarda) e no Hospital Regional de Rondonópolis. Outros três pacientes estavam internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

É importante ressaltar que o número de internações de pacientes de Rondonópolis em leitos de UTI pode ser ainda maior, já que a quantidade de pessoas internadas na UTI do Hospital São Lucas em Primavera do Leste não é divulgada pelo Município e pelo Governo do Estado.

Nesta sexta-feira, o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde informou que 45.368 casos de Covid foram confirmados em Rondonópolis desde o início da pandemia.

Ao todo, 980 pessoas morreram em função da doença. Os recuperados chegam a 43.743. Na cidade ainda há 641 pessoas com o vírus ativo nesta sexta-feira, sendo que destas, 630 estão em isolamento domiciliar e 11 seguem hospitalizadas.

Leia Também:  Estudo constata infecção simultânea por duas linhagens do coronavírus | Agência Brasil

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

política mt

mato grosso

policial

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA